Novidades Galerias
   
Duplicação da BR 116 e suas transformações regionais

Matéria: Bira Costa/OnLine Assessoria/Comunicação & Jornalismo

 

O canteiro de obras formado à margem da BR 116, que vai ligar a cidade de Guaiba até Pelotas, na Zona Sul do Estado, num total de 211 quilômetros de duplicação, 133,3 já recebem obras, o que corresponde a 63,2% do trecho total.

 

A cidade de Tapes está dentro do Lote 3, compreendendo 21,88 km, que abrange o km 351,34 ( do Arroio Araçá) ao km 373,22 (próximo ao Arroio Velhaco) e, está sendo construído pela Construtora Ivaí Engenharia. As obras começaram em 15 de janeiro de 2013.

 

Segundo o encarregado geral da obra da empresa Ivaí, Ademir Antoniassi, o ritmo das operações já atingem os 30%, considerado por ele como “bons”, em razão do tempo de autorização e liberações legais para a mesma.

 

“As jazidas minerais mesmo, só obtivemos as liberações ambientais neste mês de julho”, afirma. A obra do Lote 3, que está sendo regido pelo sistema ISO 9001 de gestão e  qualidade, visando também a segurança dos operários corre sem problemas quanto a acidentes.

 

Estão envolvidos neste trecho, por exemplo, cerca de 180 homens, mais alguns de empresas terceirizadas, todos oriundos de cidades da região. No processo de terraplanagem, o encarregado das obras da empresa Ivaí, disse que estão sendo utilizadas 10 escavadeiras, 50 caminhões para a remoção do material, 4 caminhões “fora de estrada”, 3 carregadeiras e 3 retroescavadeiras.

 

Além da terraplanagem, obras como bueiros e galerias estão em bom ritmo. Entre o km 361 km 01 e o km 363, junto à Esquina de Tapes e acesso à Sentinela do Sul, a empresa Ivaí está construindo ainda o seu canteiro de obras, onde irá sediar permanentemente, seu escritório, setor técnico, de laboratório e logístico.

 

No mesmo local, será construída uma ponte, nesta rótula que irá dar continuidade a duplicação da 116, sentido zona sul do estado/capital. “Alí será feita a Ponto Arroio Teixeira, para isso estamos efetivando cortes e remoções de material para uso nestes locais. As jazidas estão sendo licenciadas para os aterros”, informou o encarregado da empresa Ivaí.

 

O prazo de execução do serviço de duplicação da BR 116 nos 211 km é de dois anos. O valor total contratado da obra é de quase R$ 900 milhões.

 

A duplicação da BR-116 está dividida em nove lotes:

 

Lote 01 = 24,46 km - Do km 300,54 ao km 325,00 - Construtora Constran (ordem de início dada em 24/05/2013);

 

Lote 02 = 26,34 km - Do km 325,00 ao km 351,34 - Construtora Constran (obras começaram em 30/01/2013);

 

Lote 03 = 21,88 km - Do km 351,34 ao km 373,22 - Construtora Ivaí (obras começaram em 15/01/2013);

 

Lote 04 = 23,98 km - Do km 373,22 ao km 397,20; - Construtora Trier (obras começaram em 10/12/2012);

 

Lote 05 = 25,12 km - Do km 397,20 ao km 422,30 - Consórcio Brasília Guaíba - Ribas (obras começaram em 05/11/2012);

 

Lote 06 = 26,20 km - Do km 422,30 ao km 448,50 - Consórcio Pelotense - CC (obras começaram em 18/10/2012);

 

Lote 07 = 21,60 km - Do km 448,50 ao km 470,10 - Construtora Sultepa (obras começaram em 08/10/2012);

 

Lote 08 = 18,90 km - Do km 470,10 ao km 489,00 - Construtora SBS (obras começaram em 04/10/2012);

 

Lote 09 = 22,76 km - Do km 489,00 ao km 511,76 - Consórcio MAC - Tardelli (obras começaram em 08/10/2012).

 

Fotos

 

Outras informações: ClicRBS


Contador de Visitantes

contador visitas

 

 

 

 




Municípios atendidos:

Tweet